• PORQUE A EVOLUÇÃO É CONTÍNUA!!! Preencha seu e-mail e receba nossos Posts!

Pronto para sair da zona de conforto?

man-599299_1280A mudança é um tema apaixonante e aterrorizante ao mesmo tempo porque afinal todo mundo parece querer mudança, mas quem quer mudar?

Gostamos de nossa prezada, linda e maravilhosa zona de conforto! Meu universo conhecido, meu berço de ouro, o lugar onde sinto que domino todos os aspectos. Sei que neste local eu posso planejar, posso amenizar os riscos e, se assim EU desejar, posso fazer alterações que propiciem mais qualidade ou mesmo uma quebra de rotina. Não seria este o melhor dos mundos?!

Entretanto, a vida está longe de se apresentar desta forma!

“Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas.” Luis Fernando Veríssimo

Então, você fica com cara de tacho porque pensava que estudar para aquela “prova” era suficiente. A vida sempre nos mostra que enxergamos muito pouco do que precisamos enxergar e nos desafia sempre a ampliar nosso olhar, treinar outros pontos de vista, verificar que há outras formas possíveis para se viver.

Geralmente este aprendizado vem através de mudanças, grandes e profundas transformações capazes de revolucionar nossa existência e dividí-la em “antes e depois” de determinado fato. Diante dessas revoluções, ficamos absortos sem saber se: tentamos resgatar qualquer restinho de ilusão de controle, que ainda nos reste ou se mergulhamos de cabeça e torcemos para que aconteça o que for melhor, para que saiamos mais sábios e fortalecidos do processo.

Examine sua vida e reflita quais foram as mudanças que revolucionaram profundamente a sua existência? Quais foram os aprendizados?

Para receber atualizações do site preencha:

Se não fosse nosso medo, apego e necessidade de controle, provavelmente veríamos as mudanças como grandes oportunidades de nos reinventarmos, de aprender coisas novas e de deixar para trás o que não nos acrescenta, o que não está mais em sintonia com a pessoa que somos hoje.

Neste sentido, acho interessante refletir o que acontece com a cobra: periodicamente elas trocam de pele para poder expandir seu corpo e crescer. Desta forma ela se livra da pele antiga, feia e suja e renova seus desenhos e cores através de uma pele nova e limpa.

O quanto estamos dispostos a fazer este processo de limpeza interna, deixando ir o que não nos serve mais e procurando coisas novas que possam nos acrescentar, que possam promover uma melhoria?

Nesta sociedade em que vivemos tudo parece tão volátil que nossa preocupação maior é acumular ou conseguir comprar, esquecendo-nos de avaliar qual nossa real necessidade das coisas. Somos potenciais acumuladores, às vezes de objetos, de emoções nocivas, de notícias desastrosas, enfim, acumulamos muito lixo interno. Ao contrário da cobra, mesmo com a pele suja, desagastada por coisas que nada acrescentam ao nosso caminhar, continuamos nos arrastando sobrecarregados com toxicidades desnecessárias.

Nestes momentos de estagnação que, por vezes, nem conseguimos visualizar, a vida surge gloriosa com novos aprendizados que extrapolam quaisquer de nossos desejos. De forma repentina muitas vezes a vida nos tira para dançar  e quanto mais resistimos a este movimento, mais incomodados ficamos e mais doloroso se torna 0 processo.

“Aquilo a que você resiste, persiste.” Carl Jung

Aprender a se adaptar ao ritmo imposto pelo convite da vida é uma atitude de grande sabedoria! Queremos tantas mudanças, vemos tantas transformações necessárias no mundo, mas o quanto destas revoluções conseguimos provocar em nosso interior?

Nas sábias palavras de Gandhi:

“Temos de nos tornar a mudança que queremos ver no mundo”.

Este é o grande desafio de nossa existência! Para tanto, é fundamental ter humildade para sair do mundo confortável e conhecido, e se abrir às transformações que a vida convida ou impõe, em certos momentos. Aprender a fluir com a vida e deixar que ela conduza esta dança, buscando leveza e suavidade nos movimentos. Esta parece ser a melhor postura para acompanhar o ritmo da mudança.


Seu comentário é importante para nós!

Comentário(s)

Adicionar a favoritos link permanente.

2 Comments

  1. Gisele A. Mendonça Peixoto

    Concordo plenamente, João! Já leu o artigo: http://wp.me/p6Eixo-5y
    Gratidão pela visita! Namastê! _/|\_

  2. sem tesão não a solução…

Reflita Conosco!!!