• PORQUE A EVOLUÇÃO É CONTÍNUA!!! Preencha seu e-mail e receba nossos Posts!

Validação Externa X Acesso ao coração

Fonte: Pixabay

Queremos validação externa! Penso que é consenso nossa necessidade de nos sentirmos amados, desejados, notados e incluídos. Por menos que se admita ou pareça, em alguns casos, é isso o que nos move. Queremos amor, queremos nos sentir pertencentes! E para isso, muitas vezes, nos distanciamos de nossa Essência, do que nos faz únicos e especiais, do acesso ao coração.

Por muito tempo refleti a respeito da questão do mérito e pensava que era preciso lutar para merecer, para conquistar o direito de um lugar ao sol. Hoje, vejo que palavras como luta não fazem o menor sentido quando estamos refletindo sobre como ser mais feliz. Acredito na busca por aprimoramento pessoal, mas isto só pode ser feito numa condição de paz interna, de integração entre luz e sombras, enquanto seres inteiros que possuem qualidades e defeitos.

Não há despertar de consciência sem dor. As pessoas farão de tudo, chegando aos limites do absurdo para evitar enfrentar a sua própria alma. Ninguém se torna iluminado por imaginar figuras de luz, mas sim por tornar consciente a escuridão.
(in A Prática da Psicoterapia) Carl Jung

Acessando o coração

Neste sentido, a validação é muito mais interior. É clichê, mas realmente é fato, apenas quando nos amarmos seremos capazes de conquistar isso externamente. No entanto, amar a si mesmo não é algo que aprendemos em casa, na escola… é algo que vamos notando ao longo da vida. Li, ou melhor, devorei o livro da Laura Gutman “A Maternidade e o encontro com a própria sombra”, nele ela comenta a respeito da importância da validação materna ou dos cuidadores.

Achei muito interessante o que ela aponta como uma dissociação entre pensamento e sentimento. Sabe quando a criança cai, se machuca, chora e o adulto solta a clássica: “Não foi nada, não precisa chorar!” Neste momento, ele deixa a criança confusa, porque ela está sentindo a dor de cair e ao ouvir que não foi nada, ela não entende o que está sentindo. Aliás, a autora destaca a importância da mãe / cuidadores neste sentido! É o adulto que nomeia as coisas e traduz o mundo para o bebê / as crianças.

E eu pergunto provocativamente: Você nomeia seus sentimentos? Coloca a mão no coração e pára para saber, assimilar o que está sentindo? Ou traz a razão para ditar o que deve sentir e como deve se portar? Vale a pena assistir um vídeo de 2 min “CNV com Tiago Bueno – Abraçando a Sombra”

Liberte-se para sentir!

Vivemos sob os ditames de nossa mente que mente! Ela vive no passado, revisitando momentos de mágoas, fazendo julgamentos; ou então, fica antecipando o futuro, traçando os piores cenários. Quando nos falam em estar PRESENTE, isso é quase ininteligível! Estou lendo “O poder do Agora” de Eckhart Tolle e me identificando totalmente com o diagnóstico de uma mente incessantemente falante. Tenho uma imensa dificuldade de me conectar com o momento presente.

Perceba profundamente que o momento presente é tudo que você tem. Faça AGORA o foco principal da sua vida. Conhecer a si mesmo como a consciência por trás da voz é a liberdade. Eckhart Tolle

Quantas vezes ficamos com medo de nossas feridas, mas o que mais fazemos é revisitá-las ao invés de curá-las, buscando sua ressignificação? Ficamos horas remoendo mágoas, falas, acontecimentos desagradáveis e perdendo um tempo precioso do presente. Em outros momentos, nos perdemos imaginando um futuro catastrófico, traçando cenários desastrosos e nos permitindo sermos consumidos por uma ansiedade desnecessária.

O desafio é muto mais simples: viver o presente! Leia também MOMENTO PRESENTE: é onde está o NOSSO ponto de poder! Deixar que as coisas simplesmente aconteçam da forma que precisam acontecer. Fazer o nosso melhor e ficar em paz! Não é possível controlar o passado e nem mesmo o futuro, então o mais sábio seria nos permitir viver a vida como ela se apresenta, colocando-nos no papel de aprendizes sábios e observadores!

Gostou do texto? Para receber novos posts preencha abaixo.

Seu e-mail (obrigatório)


Seu comentário é importante para nós!

Comentário(s)

Adicionar a favoritos link permanente.

Reflita Conosco!!!