• PORQUE A EVOLUÇÃO É CONTÍNUA!!! Preencha seu e-mail e receba nossos Posts!

VOCÊ tem MEDO de quê?

Todos nó20150517_113955s temos medo de algo e, muitas vezes, esta emoção ocupa maior espaço em nossa vida do que deveria. Ao invés de viver, passamos a nos esconder, sem notar que nosso pior inimigo somos nós mesmos à medida que nos impomos uma vida de fuga e limitação.

O medo é uma emoção normal e muito saudável, quando nos proporciona a oportunidade de preservação. Por exemplo: o medo de ser atropelada te faz olhar para os dois lados antes de atravessar a rua. Entretanto, o medo de se relacionar te faz perder inúmeras oportunidades de aprendizado e trocas com o outro.

Quanto de medo existe em sua vida? O que você costuma fazer com ele: luta ou foge?

Lutar representa encará-lo de frente, procurando compreender o que é real e o que foi aumentado pela potência do seu medo. Quando nos dispomos a encará-lo, notamos que boa dose do terrorismo que fazemos conosco estava muito mais em nossa mente do que na realidade.

Nossa capacidade de imaginar e de nos assustar é gigantesca, pois conhecemos nossas fraquezas e todos os pontos que nos angustiam podem ser ressaltados num episódio de medo. Assim, criamos um cenário de terror e vivemos assustados, assombrados por perspectivas que limitam nossos horizontes e nos impedem de viver com amplitude.

Será que você foge dos seus medos? Procura não pensar, não ver, se esconder. Finge estar tudo normal e tal como o avestruz: enterra a cabeça na areia e segue vivendo, ou melhor, sobrevivendo, limitado pelo medo que lhe impede de buscar seus sonhos.

Para receber atualizações do site preencha:

É fácil, portanto, observar que o medo pode caracterizar o estilo de vida que escolhemos e a forma como reagimos às circunstâncias da vida. Até mesmo as pessoas que escolhemos para conviver, podem estar relacionadas ao medo do qual fugimos há tempos.

Quando você DECIDE encará-lo, você abre uma das principais portas para se autoconhecer. A partir deste momento, o gigante pode diminuir de tamanho porque você está lançando luz sobre ele. Tudo o que é obscuro é mais assustador! Agora, quando você decide olhar e busca compreender, percebe que há limites para a ação do medo sobre você e é possível se fortalecer para aprender a lidar com ele.

Para isso, a melhor postura me parece ser a compreensão do poder que o medo exerce em sua vida. Olhe para ele! Quando foi que ele surgiu e se instalou em seu coração? A partir de qual situação em sua vida que ele se tornou seu companheiro de viagem?

Perceba que o medo É parte de VOCÊ e aceitá-lo significa também aceitar-se como você é: virtudes e fraquezas, luz e sombra. Por isso, vale a pena olhar para o medo buscando compreender como foi que ele surgiu e procurando ver os aprendizados que ele traz consigo.

O medo, de uma forma ou de outra, já existe dentro de nós e não olhar para ele apenas faz com que cresça e nos domine cada vez mais. Portanto, olhe para o  SEU medo e veja como ele pode te fortalecer, lembre-se que este é apenas um lado da moeda. Quando você fecha os olhos e decide não olhá-lo, você perde o valor da moeda toda.

O que você quer viver? Onde sonha chegar? Atrás de seu medo existe uma parte poderosa de você, permita-se acessá-la!

Olhar seu medo pode ser difícil, mas é um dos caminhos mais diretos para se encontrar consigo mesmo. Aceite-o e busque formas, dentro de você, para lidar com ele. Deste modo, ele se tornará apenas uma parte de você ao invés de uma cerca que limita sua vida. Exercite seu poder de ser você e não deixe que nada limite esta experiência!


Seu comentário é importante para nós!

Comentário(s)

Adicionar a favoritos link permanente.

Reflita Conosco!!!